Logo An Amazon Concertation

Imazon defende plano ‘urgente’ para Amazônia

O Brasil precisa desenvolver urgentemente um plano estruturado de desenvolvimento socioeconômico para a Amazônia que incentive a preservação da floresta, mas que eleve a produtividade de atividades econômicas que já ocorrem na região, incluindo a pecuária. Para que isso seja destravado, o fundador do Instituto do Homem e Meio Ambiente na Amazônia (Imazon), Beto Veríssimo, afirma que algumas políticas públicas que vão além do combate ao desmatamento e à grilagem precisam ser destravadas. Ele aponta como prioridade uma regulação fundiária que não privilegie os grileiros e uma política de carbono que torne o Brasil um grande player global nesse mercado.

Produção de açaí, mandioca, café, cacau gera R$ 24,4 bilhões para a Amazônia, mostra estudo

De acordo com o IBGE, em 2022, a produção agrícola dos municípios que compõem o Bioma Amazônia foi de R$ 118,5 bilhões, representando apenas 14,3% do total do país. Desse montante, R$ 24,4 bilhões (20,5%) foram gerados pela produção de açaí, mandioca, café, cacau, banana, cana, dendê, abacaxi, arroz, feijão e outros produtos da região. Os dados são do Observatório de Conhecimento e Inovação em Bioeconomia da Fundação Getulio Vargas.

Por que proposta para a rodovia BR-319, no coração da Amazônia, pode aumentar o desmatamento?

O Ministério dos Transportes deve concluir até o fim deste mês a proposta para a pavimentação da Rodovia BR-319, que corta a área mais bem preservada da Floresta Amazônica, ligando Porto Velho a Manaus. Ambientalistas dizem que o asfaltamento da estrada pode aumentar a destruição do bioma, impedindo o País de cumprir a meta de desmatamento zero até 2030, enquanto defensores do projeto ressaltam a importância da ligação terrestre com um “modelo contemporâneo”.

Projeto com tecnologia de Musk já realizou conexão de 554 comunidades na Amazônia

O maior projeto de conectividade entre povos da floresta, ligando terras indígenas, territórios quilombolas e áreas extrativistas, está em curso na Amazônia brasileira. Iniciado em 2022, pretende conectar em rede mais de cinco mil comunidades em áreas protegidas da Amazônia até 2025. O investimento total do projeto, que usa tecnologia de comunicação da Starlink, de Elon Musk, é estimado em US$ 80 milhões. Os recursos são de entidades filantrópicas. O grande investimento é fornecer energia renovável às comunidades.

Chefe do clima na ONU: “temos dois anos para salvar o planeta”

Os governos, os líderes empresariais e os bancos de desenvolvimento têm dois anos para tomar medidas para evitar alterações climáticas muito piores, disse o chefe do clima da ONU na quarta-feira (10), num discurso que alertou que o aquecimento global está minando as agendas dos políticos.

Brazil and Colombia are curbing destruction of Amazon rainforest

Last year, South America lost around 2,000 square kilometres of mature tropical forest—equivalent to an area roughly the size of Wales, or three times the size of the state of Delaware. These swathes of forest host some of the planet’s highest levels of biodiversity. They capture and store carbon more efficiently than any other environment. In one sense, 2023 was merely another step along a grim, familiar path—South America has lost 30% of its primary forest cover since 2001.

BR-319: governo do Amazonas defende pavimentar via no coração da floresta para ‘sair do isolamento’ do resto do país

Alvo de críticas de entidades e de ambientalistas, o projeto de pavimentação da rodovia BR-319 é apoiado pelo governo do Amazonas como “forma de tirar o estado do isolamento em relação ao restante do Brasil”. A estrada conecta Manaus, no coração da Floresta Amazônica, a Porto Velho, no “arco do desmatamento”. O estado de Rondônia também foi procurado pelo GLOBO, mas não respondeu se é favorável ou contrário à obra, informando apenas que o contato deveria ser feito com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Governo vai formar ‘diplomatas indígenas’ para participar da COP30

O Ministério dos Povos Indígenas vai formar jovens lideranças em diplomacia indígena para atuar na COP30, que se realiza no ano que vem em Belém (PA), disse hoje a ministra Sônia Guajajara, em palestra no segundo dia da Brazil Conference em Harvard e MIT, em Cambdridge, nos Estados Unidos. Neste momento, afirmou, a pasta está organizando um chamado público para atrair jovens lideranças para o programa.

Desmatamento na amazônia cai 42% no primeiro trimestre

Os alertas de desmatamento na amazônia, que vêm caindo há meses, tiveram redução de 41,7% no primeiro trimestre de 2024, com perda de 491,8 km² de vegetação nativa, na comparação com 2023, quando a taxa foi de 844,6 km².

‘Finanças é a discussão mais importante do ano’, diz embaixador Corrêa do Lago

A crise do clima vem subindo degraus nas discussões do G20, o grupo das maiores economias do mundo, que responde por 80% do PIB mundial e 80% das emissões. O G20 já vem dando prioridade ao desafio global há alguns anos e o Brasil decidiu dar ainda mais relevância ao tema durante a sua presidência. Neste tópico, um dos pontos mais cruciais é como mobilizar fluxos financeiros que alcancem os trilhões de dólares para apoiar a transição das economias.

Parar arco do desmatamento na Amazônia custaria cerca de US$ 2 bilhões por ano, aponta estudo

Um estudo realizado pela Iniciativa Brasileira para o Mercado Voluntário de Carbono estimou que deter o que é chamado de arco do desmatamento – o trecho no sul da Amazônia onde está concentrada grande parte da devastação atualmente e que cruza vários estados – custaria entre US$ 1,9 bilhão e US$ 2,3 bilhões por ano. De acordo com o artigo, seria necessário aumentar os recursos em 20 vezes em relação ao que é gasto atualmente, um total de US$ 104 milhões advindos do Fundo Amazônia e da venda de créditos de carbono.